Olá Amigas e Mães

Falar da maternidade sempre é tão bom mas ao mesmo tempo é tão complicado!

Vocês já ouviram falar naquela frase “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é” a maternidade é isso! Dor e prazer andando lado à lado.

A maternidade é única para cada mãe, mas isso não quer dizer que seja fácil, na verdade ela é uma grande loucura, a única diferença é que algumas mães escodem melhor que as outras.
Todas as mães passam por dificuldades, angustias e dúvidas… Eu não conheço uma mãe que não tenha passado por nenhuma dificuldade (Será que existe?).

E tudo começa na gravidez, é o aperto no peito a cada exame e ecografia que tem que ser feito, daí sai o resultado ficamos com o prazer de ter dado tudo certo.
Depois vem o inchaço, dor nas costas, quilinhos a mais (controlar a ansiedade e não comer toda hora foi bem complicado).
Passamos 9 meses em uma TPM constante, é um turbilhão de sentimentos, passa muita coisa na nossa cabeça (Vamos conseguir? Sou capaz? Será que vou ter leite? … E por ai vai)

Depois o filho nasce, e vem outros sentimentos, outras dúvidas… Mas o que vem com tudo isso é um amor que não cabe no peito, um amor que a gente só conhece depois que vira mãe!

Vem os problemas com a amamentação, o peito que dói, o filho que não pega….E ao mesmo tempo a emoção de amamentar seu filho, isso é mágico!
Começamos a colocar tudo em prática, pois agora somos “mães” 24 horas por dia, sem folga, sem intervalo e sem férias! Tudo aquilo que a gente leu, a gente sonhou está acontecendo! O que mais pesa é o nosso instinto materno, ela nasce junto e começamos a colocar ele em prática.

Depois vem a primeira febre, primeira cólica, primeiro dente, e vem junto a dor, a dor de ver o filho chorando, a dor de achar que fez algo errado, a dor de não conseguir acalma-lo. Porém junto com a dor vem o aprendizado, aprendemos a interpretar cada choro, cada gesto…

Depois vem a fase da escolinha, que dói deixar o filho chorando na escola, não sei se dói mais neles do que na gente, mas daí aprendemos que isso é necessário, faz parte vai ser bom pra eles e pra nós.

Dói quando o filho faz algo errado e ouvimos queixas, sabemos que muita coisa mas ouvir dos outros dói, parece que só a gente tem o direito de ver os defeitos.

Dói dizer não, sabemos que é necessário mas dói, colocar limites e muito dolorido na maternidade, mas quando a gente vê que está indo no caminho certo ficamos orgulhosas!

Acho que ser mães é uma missão que dói a vida inteira, vamos ser mães pra sempre! Vamos passar por vários momentos de angustias e de extrema alegria! Até porque a dor de um filho é a dor da mães só que em dobro! Sabemos que faz parte, estamos aqui pra isso, pra tentar tirar a dor, com um beijo, com um colo ou até com uma palavra de segurança! Criamos os filhos para o mundo, e o mundo esse que não sabemos mais lidar, mundo esse que a nossa vontade é de deixar o filho dentro da barriga pra sempre, mas crescer faz parte e dói! E precisamos mesmo com dor a ensinar os filhos a lidar com todos os problemas.

A maternidade dói mas ao mesmo tempo engrandece , o amor por um filho só aumenta e ver ele feliz isso compensa qualquer coisa.

Ser mãe é padecer no paraíso!

A maternidade é a coroa de toda mulher, uma coroa que tem espinhos mas é linda porque é cheia de flores!

maternidade dói

Beijos
Até mais 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This